Proposta pedagógica

Nossa proposta pedagógica é inspirada na teoria sociointeracionista de Lev Vygostky, na qual acredita-se que o processo ensino/aprendizagem se dá por meio da interação social.

Afinal, o aluno é um ser social!

E, através da conexão que estabelece com o outro e o meio em que está inserido é que sua aprendizagem torna-se significativa.

Assim, todas as abordagens utilizam linguagens e recursos que instigam à cada faixa etária mergulho num mundo de descobertas, desafios e curiosidade.

Nesta proposta repleta de valores, dinâmica e atual o aluno é protagonista em seu processo de construção de conhecimento.

O trabalho individualizado, ambiente acolhedor e fortalecimento da autoestima são marcas registrada desse colégio, que acredita que cultivar sonhos é essencial para transformar realidades,

O universitário faz mais, faz a diferença!!!


FILOSOFIA EDUCACIONAL

Somos uma escola sócio interacionista, cujo objetivo maior é proporcionar, ao nosso educando, conhecimentos gerais, competências e habilidades para viver e trabalhar em grupo, orientando-o para ser autor de seu processo de aprendizagem,privilegiando-o como um ser humano integral.

Nosso perfil disciplinar contempla o equilíbrio entre a disciplina formal e a liberdade responsável, através de diálogos, aconselhamentos, limites claramente definidos, respeito às normas acordadas e às diferenças individuais.


DIRETRIZES TEÓRICO - PRÁTICAS PEDAGÓGICAS


Educação Infantil

A escola é o primeiro grupo social em que a criança é inserida. Sendo assim, o propósito da Educação Infantil é acolher as vivências e conhecimentos construídos pelas crianças no ambiente familiar e no contexto de sua comunidade, e articulá-los dentro de uma proposta pedagógica que amplie seu universo de experiências, conhecimentos e habilidades. Diversifique e consolide novas aprendizagens, atuando de maneira complementar à educação familiar. É neste ambiente que promovemos a socialização, estimulamos a autonomia e comunicação.

Nessa etapa as interações e a brincadeira, são experiências nas quais as crianças podem construir e apropriar-se de conhecimentos por meio de suas ações e interações com o outro e com os adultos, o que possibilita aprendizagens, desenvolvimento e socialização. Nessa direção, e para potencializar as aprendizagens e o desenvolvimento pleno de seus alunos, a prática do diálogo e o compartilhamento de responsabilidades entre a instituição de Educação Infantil e a família são essenciais.

Nossa instituição apresenta e trabalha com as culturas plurais, dialogando com a riqueza/diversidade cultural das famílias e da comunidade.

O Colégio Universitário Alphaville conta com um espaço todo preparado para acolher e encantar os pequeninos nesse momento especial da vida escolar. Nossa maior missão é encantar proporcionando um mergulho no Universo do Saber, sabendo que é tempo de:

  • CONVIVER E INTERAGIR;
  • BRINCAR COM SABERES;
  • EXPLORAR O MUNDO;
  • EXPRESSAR AFETO.

É TEMPO DE CANTAR E ENCANTAR!


Ensino Fundamental I

O grande desafio do Ensino Fundamental I, de 1º a 5º ano é o momento de valorizar as situações lúdicas de aprendizagem, articulando-as com experiências vivenciadas na Educação Infantil.

Por isso, em nosso colégio, a progressão do conhecimento ocorre pela consolidação das aprendizagens anteriores e pela ampliação das práticas de linguagem e da experiência estética e intercultural das crianças, considerando tanto seus interesses e suas expectativas quanto o que ainda precisam aprender. Com isso, ampliam-se a autonomia intelectual, a compreensão de normas e os interesses pela vida social, o que lhes possibilita lidar com sistemas mais amplos, que dizem respeito às relações dos sujeitos entre si, com a natureza, com a história, com a cultura, com as tecnologias e com o ambiente.

É nesse período, que as crianças vivenciam mudanças importantes em seu processo de desenvolvimento que repercutem em suas relações consigo mesmas, com os outros e com o mundo.

Por isso, promovemos um ambiente onde os alunos se alunos se deparam com uma variedade de situações que envolvem conceitos e fazeres científicos, desenvolvendo observações, análises, argumentações e potencializando descobertas. As experiências de seu contexto familiar, social e cultural, suas memórias, seu pertencimento a um grupo e sua interação com as mais diversas tecnologias de informação e comunicação são fontes que estimulam sua curiosidade e a formulação de perguntas.

O estímulo ao pensamento criativo, lógico e crítico, por meio da construção e do fortalecimento da capacidade de fazer perguntas e de avaliar respostas, de argumentar, de interagir com diversas produções culturais, de fazer uso de tecnologias de informação e comunicação, possibilita aos alunos ampliar sua compreensão de si mesmos, do mundo natural e social, das relações dos seres humanos entre si e com a natureza.

Nosso ambiente escolar é organizado em torno dos interesses manifestos pelas crianças, de suas vivências mais imediatas, viabilizando a ampliação e compreensão do mundo, o que se dá pela mobilização de operações cognitivas cada vez mais complexas e pela sensibilidade para apreender o mundo, expressar-se sobre ele e nele atuar.

Tornando-o um protagonista em seu processo ensino/aprendizagem, e agente transformador.


Ensino Fundamental II

O Ensino Fundamental II privilegia a construção do conhecimento, visando o desenvolvimento pleno das potencialidades do aluno, conduzindo à construção de conceitos com ênfase no pensar, questionar, discutir, argumentar e intervir em realidades do seu dia a dia, buscando soluções e agindo com senso crítico e reflexivo, construindo sua própria história superando a simples reprodução do conhecimento, buscando assim, uma visão do todo, tornando o aluno o sujeito de seu aprendizado e preparando para a vida atual, procurando diariamente incentiva-los na busca da “autonomia de conhecimentos” ou seja, que o período de estudos não se restrinja apenas ao tempo passado na escola, mas que percebam o conhecimento como uma “ferramenta” fundamental em sua construção. Desta forma ensinamos aos nossos educandos o quanto é bom poder buscar em si, no outro e no mundo possibilidades para uma aprendizagem de significados, que acontece através das seguintes áreas do conhecimento:


LINGUAGEM

Para expressar ideias, pensamentos, sentimentos e intenções, estabelecendo relações interpessoais, possibilitando a apreensão do mundo exterior, criando meios para se posicionar criticamente perante os outros, tornando – o agente transformador.


MATEMÁTICA

Resolvendo problemas e desafios, buscando resultados, através do levantamento de hipóteses e confrontando-as, reforçando que não há como desassociar um aspecto do outro.


CIÊNCIAS HUMANAS

Amplia a compreensão dos alunos sobre a realidade e a das pessoas em outros espaços e períodos, conscientizando o aluno que é agente transformador do seu momento histórico, refletindo sobre os acontecimentos na sociedade em que vive.


CIÊNCIAS DA NATUREZA

Permite que o conhecimento prévio dos alunos com relação as diferentes explicações do mundo, das transformações produzidas pelo ser humano e os fenômenos da natureza, sejam explorados e contrapostos de forma crítica ,questionadora ,investigativa e reflexiva.



Ensino Médio

O Ensino Médio, etapa intermediária entre o Ensino Fundamental II e a educação Superior, está constituído como o nível de maior complexidade na educação, muito em virtude das diferentes formas de ingresso nas universidades.

Os conteúdos foram desenvolvidos atendendo o educando, assegurando – lhe a formação indispensável para o exercício da cidadania e fornecendo-lhes meios para progredir no trabalho e em estudos posteriores, compreendendo o significado da ciência, das letras e das artes o processo histórico de transformação da sociedade e da cultura, compreendendo o domínio das grandes áreas, sendo elas:


Linguagens Códigos e suas Tecnologias

No mundo contemporâneo, marcado por um apelo informativo imediato, a reflexão sobre a linguagem e seus sistemas, que se mostram articulados por múltiplos códigos e sobre os processos e procedimentos comunicativos, é, mais do que uma necessidade, uma garantia de participação ativa na vida social, a cidadania desejada.


Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias

A aprendizagem na área de Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias indica a compreensão e a utilização dos conhecimentos científicos, para explicar o funcionamento do mundo, bem como planejar, executar e avaliar as ações de intervenção na realidade.


Ciências Humanas e suas Tecnologias

A aprendizagem nesta área deve desenvolver competências e habilidades para que o aluno entenda a sociedade em que vive como uma construção humana, que se reconstrói constantemente ao longo de gerações, num processo contínuo e dotado de historicidade; para que compreenda o espaço ocupado pelo homem, enquanto espaço construído e consumido; para que compreenda os processos de sociabilidade humana em âmbito coletivo, definindo espaços públicos e refletindo-se no âmbito da constituição das individualidades; para que construa a si próprio como um agente social que intervém na sociedade; para que avalie o sentido dos processos sociais que orientam o constante fluxo social, bem como o sentido de sua intervenção nesse processo; para que avalie o impacto das tecnologias no desenvolvimento e na estruturação das sociedades; e para que se aproprie das tecnologias produzidas ou utilizadas pelos conhecimentos da área.


Interdisciplinaridade e Contextualização

A tendência atual, em todos os níveis de ensino, é analisar a realidade segmentada, sem desenvolver a compreensão dos múltiplos conhecimentos que se interpenetram e conformam determinados fenômenos. Para essa visão segmentada contribui o enfoque meramente disciplinar que, na nova proposta de reforma curricular, pretendemos superado pela perspectiva interdisciplinar e pela contextualização dos conhecimentos.